Cubanos são resgatados de ilha deserta nas Bahamas depois de mais de 1 mês naufragados

A guarda-costeira dos Estados Unidos resgatou, na terça-feira (9), três cubanos que ficaram naufragados por 33 dias no Cayo de Anguilla, uma pequena ilha deserta nas Bahamas.

Dois homens e uma mulher sobreviveram por mais de um mês em um abrigo improvisado com lonas, e se alimentando principalmente de coco verde, que era coletado na ilha.

Eles foram avistados pedindo ajuda na segunda-feira (8) por uma patrulha de rotina, disseram as autoridades americanas em um comunicado.

Os agentes arremessaram água, comida e um rádio para a comunicação com os náufragos, mas o resgate mesmo, só aconteceu no dia seguinte, por conta das más condições do tempo.

A embarcação em que eles estavam foi afundada por conta do mar revolto, e os três precisaram nadar até a ilha deserta.

Eles foram encaminhados para um hospital da Flórida, e não apresentavam ferimentos graves.

 

Deixe comentário